Paixão por empreender

Hoje vamos abordar o tema “Empreendedorismo”. Há uma diversidade muito grande de autores que tratam desse tema, porém cabe a nós, leitores, fazermos um filtro e tentarmos assimilar aquelas definições que mais tenham afinidade com a forma que cada um pensa sobre o tema.

O escritor Argentino Andy Freire em seu livro “PAIXÃO POR EMPREENDEER – Como colocar suas ideias em prática”, traduzido por Maria José Cyhlar Monteiro, Editora Campus, apresenta o que denominou de “ONZE CONDIÇÕES DETERMINANTES COMUNS AOS EMPREENDEDORES”.

Segundo o autor, embora apresentem tantos perfis diferentes, há onze elementos comuns aos grandes empreendedores (e suas iniciais formam a palavra “Empreendedor”):

1) Emancipação: mais de 60% dos grandes empreendedores dizem que a busca da liberdade e da independência é o que os motiva a empreender.
2) Moderação na ambição por dinheiro: paradoxalmente, a maioria dos estudos mostra que apenas 20% dos empreendedores consideram que o dinheiro é sua principal motivação. A grande maioria vê o dinheiro como uma consequência inevitável do empreendimento bem-sucedido, e não como um objetivo.
3) Paixão: empreender é dedicar mente, corpo e alma ao projeto durante todo o tempo, embora isso possa afetar um pouco as amizades e as relações familiares.
4) Resultados: os grandes empreendedores sonham, mas principalmente fazem, fazem e fazem. Muitos deles têm grande capacidade intelectual, mas seu foco é sempre o de alcançar resultados concretos.
5) Espiritualidade: os grandes empreendedores costumam combinar suas atividades profissionais com um profundo trabalho com eles mesmos. Vi uma correlação positiva entre o sucesso dos empreendedores e seu trabalho emocional e espiritual para se conhecer e se aprimorar como pessoas.
6) Noviciado (atitude do aprendiz): embora isso possa surpreender muitas pessoas, os grandes empreendedores mostram grande humildade e uma vontade permanente de aprender. Costumam ser o oposto do “sabichão”, que acredita dominar o conhecimento humano.
7) Deleita-se com o caminho: os grandes empreendedores encontram um curioso equilíbrio entre a dureza da superação dos obstáculos e o prazer e o humor de desfrutar de cada passo dado.
8) Êxitos compartilhados: os grandes empreendedores sempre veem os integrantes de suas equipes como parceiros e buscam formas de dividir com eles o valor criado.
9) Determinação: os grandes empreendedores se dão o tempo necessário à tomada de decisões, mas, quando as tomam, mostram grande segurança e firmeza em suas ações.
10) Otimismo e sonhos: todos têm uma clara visão e uma esperança sobre até onde podem e querem levar seu futuro e o de sua empresa.
11) Responsabilidade incondicional (protagonismo): diferentemente dos que assumem o papel de vítimas, que vivem culpando a conjuntura e justificam “o que não fazem” com o “que lhes fazem”, os grandes empreendedores atuam como protagonistas e assumem uma responsabilidade incondicional face a seu destino. Sua atitude mais característica é: “Dado o contexto com que me deparo, como devo reagir?”. Isto lhes dá um sentido de compromisso que os torna capazes de superar os obstáculos.

Como se vê desta pequena lista, há muitos desafios para ser “um grande empreendedor”… e ainda mais nos países em desenvolvimento! – conclui o autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s